NOVOS PECADOS CAPITAIS

NOVOS PECADOS CAPITAIS

Os Evangelhos referem-se a pecados que desagradam a Deus e afetam a pessoa e a comunidade. Uma síntese define o Pecado: não fazer a vontade do Pai. Com o crescimento da comunidade cristã, seus responsáveis assinalaram pecados graves – ou mortais – e leves. Foi o Papa Gregório Magno, no século VI, quem elaborou a lista do Sete Pecados Capitais.

São atitudes humanas contrárias às leis divinas e que são fontes de outros pecados. São eles: Luxúria, Gula, Avareza, Ira, Soberba, Vaidade e Preguiça. Olhando a relação, somos obrigados admitir que alguns destes pecados nos afetam, em maior ou menor gravidade. A Moral nos ensina a fugir de todos, mas existe um deles que nos atinge em cheio e do qual não mostramos grande arrependimento. Sua majestade a Gula

Pelas atuais estatísticas, no mundo, pelo menos, 950 milhões de pessoas são gravemente desnutridas, mas 1.8 bilhão sofre de obesidade. O excesso de comida e a alimentação errada matam mais do que a fome.  Somos uma sociedade de consumo, dividida entre famintos e superalimentados. O Evangelho recomenda o jejum, como medida de solidariedade e partilha. Na realidade o jejum faz bem para a alma e para o corpo. Ao lado do exagero da comida, temos os regimes alimentares, como caminhos de qualidade de vida e de vdidade.  Na multiplicação dos pães, o Mestre Jesus recomendou:  recolhei as sobras (Mt 14,20)

Deus é sempre o mesmo, mas a História caminha e a lei do amor precisa ser confrontada com a realidade. No passado, o pecado era visto como algo puramente individual. Hoje se acentua a dimensão social. Pecado é desordem e afeta a todos. Neste sentido, os moralistas apontam sete Novos Pecados Capitais, adaptados à era da globalização. São eles:  Uso de drogas, Poluição ambiental, Injustiça social, Riqueza excessiva, Geração de pobreza, Desperdício de alimentos e Violações bioéticas.

Deus nos legou os Dez Mandamentos, caminhos de felicidade. Eles ensinam a cuidar da vida e amar o próximo. O papa João XXIII lembrava que o apetite é dom de Deus. Já a gula destrói a qualidade de vida. De resto, o Pecado promete a felicidade, mas não a entrega.

Frei Aldo Colombo.

compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *